terça-feira, 26 de julho de 2011

Gentileza e espaço público

Todos os dias, faço o pequeno trajeto do Shopping Iguatemi até o Hiper Bompreço, na Av. ACM. caminhando. São apenas dez minutinhos de caminhada, mas é um momento de insatisfação na minha rotina. Insatisfação em perceber como a cidade trata o pedestre, em pensar como nós tratamos o que é público, e que direito nós temos de fato, vivendo aqui.
Me aborreço com a calçada, que está deteriorada, com o caminho tomado de ambulantes... Nada contra as pessoas que querem trabalhar, e sei que a coisa está difícil, mas não concordo com a completa desordem que nos obrigam aceitar como coisa "normal".  E até a faixa de pedestre foi relocada, para uma maior conveniência de quem está de carro! E são apenas dez minutinhos...
Como cidadã, sei a importância das praças, dos parques, dos jardins, ruas e das calçadas. E como arquiteta urbanista, sinto que somos uma cidade carente desses equipamentos. Fico surpresa de perceber como fica cheio aquele lugar que se convencionou chamar de praça, no terreno do antigo clube Português. Um lugar tão bonito, que podia ser tratado com muito mais gentileza e atenção,e mais uma vez, nos foi empurrado guela abaixo! É uma pena...
Mas como não só de lamentações vive o ser humano aqui, tenho tido oportunidade de desenvolver alguns projetos de espaços públicos na cidade que trabalho. E foi pesquisando para um projeto que achei essa praça., na Espanha.

O projeto é do escritório do arquiteto espanhol (já falecido) Enric Miralles e Benedetta Tagliabue, italiana. Eu já conhecia o mercado de Santa Caterina, em Barcelona e alguns projetos que vi em sites e revistas, mas essa praça tocou fundo meu coração... Tocou por que é enorme, e vai ser ainda maior. As ruas que levam a ela, serão tranformadas em calçadões, SOMENTE PARA PEDESTRES!  Amo a pavimentação, as cores e o mix de pedra e vegetação. Olhando de cima (em "planta baixa"), fiquei encantada com o traçado do projeto, com a iluminação cuidadosa e com o entorno, que tem o privilégio de conviver e usufruir de um espaço público com essa qualidade!

Atenção ao banco, que acompanha a pavimentação




LINDA, VISTA DE CIMA

AMEI O BANCO!
Quero ir lá agora! Quero essa praça aqui, na minha cidade!

2 comentários:

  1. Maria, que coisa linda! Aliás que coisas lindas! Uma o seu texto. A leveza das palavras com uma precisão de quem sabe o que fala levada pelo coração, porém sem nunca perder a razão e a outra, a praça. Quanto prazer, muito prazer em ser Carol, a sua prima. Te amo.
    P.S.: Cadê as fotos da nossa sala?

    ResponderExcluir
  2. Vini, quando vai atravessar a rua, fala que os carros têm que parar pra ele, pq a rua é do PEDESTRE! hehe.. Ele olha com uma cara de mau e segue.. Falo pra ele que, além da consciência enquanto cidadão, ele tb precisa cuidar do seu bem maior, sua vida.. hehe.. pq os motoristas da nossa terra não respeitam muito as pernas de quem não tem um motor acoplado.. Enfim, vamos em frente, pensando num mundo com menos rodas a gasolina e mais amor!

    ResponderExcluir